A História do Batom Vermelho

Atualizado: 24 de Fev de 2019

Apesar das mulheres e a maquiagem possuirem uma relação milenar, as razões e os significados pelos quais usamos os cosméticos mudaram drásticamente no século XXI. Agora, quando nos maquiamos, temos literalmente milhares de opções disponíveis - com variedade de tendências, texturas e cores - e com uma nova liberdade, recém adquirida, para usarmos esses produtos da maneira que queremos. Isto é, sem censura, coisa que não era o caso até pouco tempo atrás.


O batom vermelho foi escolhido como símbolo da minha marca pessoal, por representar perfeitamente esta conquista feminina. Se explorarmos o uso da maquiagem durante a antiguidade, logo fica claro que a liberdade e os direitos civis concedidos às mulheres durante determinados períodos, estão diretamente ligados à liberdade com que elas pintavam seus corpos.

Como primeiro e mais popular item de maquiagem do mundo, o batom vermelho, ironicamente, também foi o item que recebeu mais críticas ao longo da história. Criado no Egito Antigo, foi exaltado como sinônimo de juventude, fertilidade e saúde, mas também teve seu uso ligado à vulgaridade e prostituição. Sua história é rica em transformações e ressignificados, o que lhe garantiu  uma posição como ícone atemporal de estilo e , atualmente, símbolo do empoderamento feminino moderno, sendo utilizado pelas mulheres de todo mundo há mais de oito mil anos.




contato

contato@marinarockett.com.br     |      51 3346-5046 

Porto Alegre, Brasil

  • LinkedIn
  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube
  • Pinterest - Círculo Branco

© 2018 por YOW.

NOVIDADES